Prefeitura Municipal de Chapada dos Guimarães

Você está aqui:

Quarta, 06 Novembro 2019 16:18

Escola Municipal Maria Luiza de Chapada dos Guimarães, conquista medalha em Olimpíada de Língua Portuguesa

WhatsApp Image 2019 11 06 at 11.42.57 1Chapada dos Guimarães participou da Olimpíada de Língua Portuguesa, concurso de produção de textos para alunos de escolas públicas, concorreu por meio das Escolas Municipais, e a vencedora foi a Escola Municipal Professora Maria Luiza de Araújo Gomes, com o Poema da aluna Maria Ângela Dias Santos, 11 anos, do 5° ano, aluna da professora Antonielle Martins, ela concorreu na categoria POEMA, com o tema: “O lugar onde vivo”, ela escreveu com leveza e brincadeira as palavras para a construção de seu poema de como é viver em Chapada dos Guimarães desde o ventre de sua mãe.
Nasce mais uma poetisa em nossa cidade, leia o poema que levou Maria Ângela a conquistar o 3º lugar nessas Olimpíadas, e prepará-la para conquistar as próximas etapas.

POEMA de Maria Ângela Dias Santos

Dá licença! Esse lugar já é meu.

Pensei muito do que iria falar,
Pois são tantas coisas pra mostrar.
Coisas que são tão boas,
Coisas que não são tão boas assim.

Então decidi contar,
Como vim aqui parar.
Também serei bem sincera
Nunca morei em outro lugar.

Meus pais sempre me disseram
Que procuravam uma vida melhor,
Desde que me trazia no ventre
E queria que eu fosse feliz pra sempre.

Minha cidade é pequena
Mas cheia de vida
Cheia de belezas e pássaros também,
Sem contar os pontos turísticos
Que só de olhar te faz bem.
Quando nasci minha avó e bisavó
Morando aqui já estavam,
E a cidade, de “minha” chamavam.

Aqui tem o Parque Nacional
Que é tudo natural.
E ainda tem o Mirante
Que é exuberante
E de lá vê Cuiabá que é nossa capital.

Nas ruas simples e sem asfalto
Brinquei e ainda brinco com a meninada.
Jogo taco e queimada,
Brinco de pega-pega na calçada.

Essa cidade que era simples e, eu brincava
Onde é que se escondeu?
Devagarzinho, devagarzinho o asfalto apareceu.
E começou a crescer,
Como uma criança que acaba de nascer.

Então cresça que estou aqui
Para aplaudir.
E não só eu, mas todos que moram aqui.
Não podemos impedir i progresso chegar,
Mas podemos as belezas desta cidade cultivar.

Meu poema irei encerrar,
Dizendo que agora, com as palavras estava a brincar.
Falando de Chapada dos Guimarães,
Onde fica o meu lar,
Será sempre o meu lugar!

Esta é uma iniciativa do Ministério da Educação - MEC e do Itaú Social

Prefeitura de Chapada dos Guimarães