Prefeitura Municipal de Chapada dos Guimarães

Você está aqui:

Quinta, 21 Dezembro 2017 11:51

Chapada está entre os oito municípios em alerta para o surto de conjuntivite

conjun

Segundo a Vigilância, a partir de três casos registrados é considerado surto com vínculo epidemiológico, isto é pode atingir outras pessoas do mesmo convívio

Oito municípios de Mato Grosso estão em alerta para um possível surto de conjuntivite, entre eles Chapada dos Guimarães

A Vigilância Epidemiológica Estadual, da Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso (SES), disse que foi notificada sobre casos da doença em Chapada dos Guimarães, Cuiabá, Várzea Grande, Tangará da Serra, Juína, Juscimeira, Rondonópolis e Juara.

Segundo a Vigilância, a partir de três casos registrados é considerado surto com vínculo epidemiológico, ou seja, que pode atingir outras pessoas do mesmo convívio da pessoa que está doente.

Somente em Cuiabá e Várzea Grande, são mais de 900 casos. Há aumento também em Tangará da Serra, Juscimeira e Rondonópolis

Sintomas da conjuntivite

Os principais sintomas da conjuntivite são: olhos vermelhos; coceira; pálpebras inchadas; secreção; visão borrada; ao acordar, o paciente tem dificuldade em abrir os olhos; sentir dor nos olhos ao olhar para lugares com claridade; sensação de areia nos olhos.

A conjuntivite é, precisamente, uma inflamação da conjuntiva, a membrana transparente que cobre os seus olhos. Ela pode ter origem em uma infecção bacteriana ou viral. Distinguir os dois tipos nem sempre é óbvio.

 A conjuntivite bacteriana faz os olhos ficarem mais colados durante a noite. Isto provém de uma descarga do olho. A conjuntivite viral costuma ser só num olho, enquanto a bacteriana ataca os dois olhos.

Você pode tratar a conjuntivite bacteriana com antibióticos. A forma viral geralmente resolve-se por si. Mas se não houver melhora após cinco dias, vá ao médico.

É uma doença contagiosa, com isso, a pessoa deve evitar o contato com os outros o máximo possível durante os primeiros dias da infecção. Cobrir a boca e lavar frequentemente as mãos com água e sabonete ajuda a impedir que se espalhe.

Se alguém em sua casa tiver conjuntivite, limite ao máximo o contato com os outros. Ou seja, não ir à escola nem trabalhar nas primeiras 36 a 48 horas após o aparecimento, que é geralmente o período de contágio da conjuntivite bacteriana.

Prefeitura de Chapada dos Guimarães