Prefeitura Municipal de Chapada dos Guimarães

Você está aqui:

Terça, 10 Outubro 2017 12:02

PREFEITA PROPÕE ENVOLVER MUNICÍPIOS DA REGIÃO NA FESTA DE SÃO FRANCISCO

ponte alta

São 105 anos que a festa acontece em Ponte Alta. A prefeita de Chapada propõe envolver Campo Verde, Nova Brasilândia e Paranatinga na organização do evento.

A prefeita de Chapada dos Guimarães, juntamente com sua equipe, participou no último sábado da 105ª Festa de São Francisco de Assis, que acontece todos os anos em Ponte Alta. Durante a abertura, que contou com a participação de prefeitos dos demais municípios da região, Thelma de Oliveira propôs o envolvimento das outras prefeituras na organização da festa, por entender que esse não é um evento apenas de Chapada dos Guimarães, mas de toda a região. “A Festa de São Francisco de Assis, apesar de fazer parte do calendário de Chapada dos Guimarães, é um evento regional, que há mais de século envolve as pessoas dos  municípios próximos”, declarou a prefeita, convidando para participar os representantes de Campo Verde, Nova Brasilândia e Paranatinga.

A realização da festa de São Francisco envolve toda a comunidade e acontece todos os anos, com a ajuda ou não do poder público. São mais de 90 dias de preparo, envolvendo toda comunidade, num dos eventos mais tradicionais do município. Foram doados seis bois, além de toneladas de legumes e folhas para o preparo de feijoada, carnes, farofas e saladas.  Como maior atrativo, o tradicional bailão atrai jovens de toda região.   

A festa de São Francisco, além de ser uma manifestação de fé dos devotos do santo, é também um resgate histórico. A estátua que está até hoje na praça central, chegou junto com os primeiros desbravadores, em 1899. Ponte Alta, que foi o primeiro assentamento do estado, foi ocupada inicialmente por 13 famílias, que vieram da cidade de Crato, no Ceará, fugidos da seca. Eles atenderam o convite do então governador Antonio Correa da Costa, que na época oferecia terras férteis para quem quisesse ocupar. A primeira festa aconteceu em 1912, em comemoração a inauguração da igreja de adobe e telhado, para substituir uma capela de pau a pique, coberta com palha de sapé.

As famílias de fazendeiros que ocupam a região, construíram  estrutura com quartos, banheiros, barracas para comércio e um barracão para cozinha, exclusivamente para realização da festa, que acontece apenas uma vez por ano. Durante o ano, o local é mantido e administrado pela Irmandade de São Francisco de Assis.  

Prefeitura de Chapada dos Guimarães